Rádio Alternativa FM - Planaltina/DF
Publicidade
Publicidade
Planaltina/DF
Min.
Máx.
Jovens que cumprem medida socioeducativa são certificados por filmes feitos em oficina
07/06/2018

Três das produções serão inscritas no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Três das produções serão inscritas no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Jovens que cumprem medidas socioeducativas ou estão em situação de vulnerabilidade social participaram de oficinas de cinema e audiovisual oferecidas em duas unidades de atendimento em meio aberto (Uama) e em um centro de orientação socioeducativo (Cose).

Foram atendidos 20 alunos da Uama de Samambaia, seis do Paranoá e 20 do Cose da Estrutural. Os produtos finais das oficinas — curtas-metragens e documentários — foram exibidos na tarde desta quarta-feira (6) em cerimônia para certificar os participantes.

Os filmes produzidos, roteirizados e filmados pelos jovens são:

Manancial de Sonhos (8 minutos): sobre um garoto que ganha uma bolsa de estudos em um conservatório de música longe de casa, mas precisa deixar o avô que o criou
Luzia (15 minutos): conta o reflexo do fechamento do Lixão da Estrutural na vida da família de uma catadora
Racionamento II (5 minutos): aborda a crise hídrica no DF
Shalke12 (15 minutos): documentário sobre time de futebol que resgata meninos em vulnerabilidade social por meio do esporte
Os dois primeiros serão inscritos no 51º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que ocorrerá de 14 a 23 de setembro. Além desses, um filme produzido na oficina anterior, chamado Nunca foi fácil, será indicado para a mostra. O curta de 11 minutos fala sobre os desafios de jovens da periferia que entram na universidade pública.

Fáuston da Silva, professor de cinema que acompanhou os alunos durante o processo de produção dos filmes que concorrerão ao espaço no festival, se emocionou ao falar do projeto. “Foi fascinante. Uma das coisas que mais me agradam nessa oficina é ver a possibilidade de mudança [dos jovens].”

As aulas de cinema e audiovisual integram a cartela de oficinas oferecidas pelo programa Picasso não Pichava e tem duração média de três a quatro meses, com duas aulas semanais.

Nelas, os alunos aprendem a operar a câmera, equipamentos de captação de som e iluminação, recebem noções de linguagem cinematográfica, aprendem sobre as diferentes funções dentro de um set de filmagem, fazem exercícios de experimentação, além de assistir muitos filmes.

“É para isso que serve a arte, e o Picasso não Pichava procura dar voz aos pensamentos e às reflexões de vocês”
Andréia de Oliveira Macêdo, subsecretária de Segurança Cidadã
As atividades são coordenadas pela Subsecretaria de Segurança Cidadã, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social. Instituições interessadas em receber quaisquer das oficinas ofertadas (cinema e audiovisual, grafite, pintura em tela, rima e poesia, serigrafia, DJ, fotografia) podem entrar em contato com a subsecretaria e fazer o pedido.

“Esse projeto é um instrumento para conhecermos a realidade de vocês: as angústias, os medos, as alegrias. É para isso que serve a arte, e o Picasso não Pichava procura dar voz aos pensamentos e às reflexões de vocês”, salientou a subsecretária de Segurança Cidadã, Andréia de Oliveira Macêdo, durante o evento de certificação.

Depois da temporada de festivais, os filmes ficarão disponíveis no site da secretaria.

DF conta com 14 unidades de atendimento em meio aberto
Nas Uamas, os adolescentes cumprem medidas socioeducativas de liberdade assistida e prestação de serviços à comunidade.

Eles estudam e trabalham fora da unidade e recebem acompanhamento, com suas famílias, de equipes com assistente social, psicólogo e pedagogo.

O DF conta com 14 unidades que oferecem, além das oficinas, seleção para estágios e palestras sobre temas como prevenção ao uso de drogas e inserção no mercado de trabalho.

EDIÇÃO: MARINA MERCANTE

Reportagem: DÁVINI RIBEIRO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA
21:00 as 21:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Ed. Plaza Shopping - SCC Qd. 01, Bloco D - Planaltina/DF
Fale Com Diretor
(61) 9209-9313
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS